+
BPGM Advogados 2018-06-28T11:50:40+00:00

Project Description

BPGM Advogados

Dados Técnicos

Localização: São Paulo – SP, Brasil

Tipo de Construção: Comercial

Área construída: 470m²

Início do projeto: 2008

Conclusão da obra: 2013

Equipe

Autores: Fernando Forte, Lourenço Gimenes, Rodrigo Marcondes Ferraz

Coordenadores: Dante Furlan, Renata Davi

Colaboradores: Monica Harumi

Convidados para uma concorrência de projeto de arquitetura para dois andares do escritório de advocacia BPGM, nos deparamos com uma divisão clara: Um andar, maior, operacional, e outro, ligeiramente menor, para salas de reunião e área administrativa.

Uma vez definida a divisão clara entre andar funcional e andar social, recaiu sobre o primeiro a necessidade de representar a visão do escritório BPGM para os clientes e advogados convidados.

Para tanto, nos pareceu uma opção interessante organizar o escritório de forma radial: todas as salas de reunião ficariam então no perímetro do conjunto, com vistas para fora e iluminação natural, e no centro do conjunto, o ponto focal do visitante, ficaria uma grande biblioteca que organiza os fluxos para as diferentes salas. A iluminação natural da biblioteca e corredores é garantida através de bandeiras de vidro continuas em todas as divisórias das salas periféricas.

No entanto a biblioteca havia ganhado uma importância simbólica grande ao se tornar o elemento organizador da planta e dos fluxos do conjunto. Também nos pareceu adequado que ela fosse o primeiro elemento visível ao visitante, assim que este saísse do elevador. Havia, portanto uma necessidade de que a biblioteca não fosse apenas um elemento que acumulasse e organizasse os livros, mas sim que representasse a ideologia do escritório. Sua responsabilidade passaria a ser dupla: Uma biblioteca bem organizada, mas também um elemento interessante e diferente: sóbrio ao ponto de não comprometer a necessidade de seriedade e confiança que um escritório de advocacia deve transparecer, mas inovador e contemporâneo como é a essência do escritório BPGM. Havia então uma espécie de conflito entre tradição e inovação.

Para responder a esses anseios aos quais havíamos nos lançado surgiu a idéia de que a biblioteca se tornasse uma espécie de pequeno labirinto, com ângulos inusitados, trechos abertos e trechos fechados. Além disso, alguns locais teriam janelas por onde quem estivesse nos corredores pudesse olhar para dentro e outros locais seriam completamente fechados.

Também projetamos a biblioteca de modo que ela jamais tocasse o chão. A biblioteca inteira se tornou um elemento flutuante, suspenso, que jamais toca o piso, pairando de forma quase misteriosa a 40 centímetros da laje. O trabalho do advogado é cerebral em essência. Ele toma forma em contratos e discussões, mas é um trabalho de serviços, embasado nas pessoas e no conhecimento. A biblioteca no centro do conjunto nada mais é do que a representação do conhecimento coletivo à disposição dos clientes do escritório BPGM. Esse conhecimento abstrato toma forma etérea, flutuante, ao não encostar-se ao chão ou nas paredes através do elemento biblioteca – um pequeno labirinto flutuante que contém o conhecimento do escritório e, embora contemporâneo, exprime toda a sua tradição.

Elevação

Planta

Diagrama da Biblioteca com Estrutura